R3 Notícias

Confira as estreias nos cinemas de todo o Brasil

Russell Crowe é o herói que rouba dos ricos para dar aos pobres no “Robin Hood” do cineasta inglês Ridley Scott (“Gladiador” e “Thelma & Louise”). Em contrapartida ao blockbuster, a pedida alternativa é o sueco “Os Homens que Não Amavam as Mulheres”, suspense do diretor Niels Arden Oplev.

Para quem prefere um drama, este final de semana está recheado deles: “O Preço da Traição”, de Atom Egoyan, com Julianne Moore e Liam Neeson no elenco, “Sempre Bela”, o francês de Manoel de Oliveira, e “Mademoiselle Chambon”, também francês, com direção de Stéphane Brizé.

Confira a seguir as sinopses e as cidades em que estreiam cada filme.

Circuito nacional:

– Robin Hood (EUA/Inglaterra, 2009). Direção: Ridley Scott. Com Russell Crowe, Cate Blanchett, Vanessa Redgrave. Retornando das Cruzadas ao lado do exército do Rei Ricardo, Coração de Leão, Robin Longstride, sujeito honesto e hábil, acaba preso. Mas o destino reserva feitos mais grandiosos ao soldado, e ele foge, ao lado de seus companheiros mais próximos, apenas para se ver envolvido em um plano de traição que busca a invasão da Inglaterra pelos seus maiores inimigos, os franceses. 12 anos.

– Os Homens que Não Amavam as Mulheres (Män Som Hatar Kvinnor/The Girl with the Dragon Tattoo, Suécia/Dinamarca/Alemanha, 2009). Direção: Niels Arden Oplev. Com Michael Nyqvist, Noomi Rapace. Aos 14 anos de idade, Harriet Vanger desapareceu sem deixar rasto. Quase quarenta anos depois, o jornalista Mikael Blomqvist é contratado para escrever sua história. 16 anos.

“Maré de Azar” (Extract, EUA, 2009). Direção: Mike Judge. Com Jason Bateman, Ben Affleck, JK Simmons. O dono de fábrica de extratos, com uma vida regrada e sob controle, passa a ter que administrar uma existência caótica. Seu negócio, prestes a ser vendido para um conglomerado, pode ir à falência depois de um acidente de trabalho em que um funcionário perde um dos testículos. Para piorar, sua esposa está tendo um caso com o gigolô que ele contratou, numa loucura induzida por drogas, para tentar salvar seu casamento. 14 anos.

– O Preço da Traição (Chloe, EUA/Canadá/França, 2009). Direção: Atom Egoyan. Com Julianne Moore, Liam Neeson, Amanda Seyfried. Catherine e David são, à primeira vista, o casal perfeito. Mas quando David perde um vôo e consequentemente sua festa de aniversário surpresa, Catherine começa a suspeitar do marido e decide contratar Chloe, uma acompanhante, para seduzi-lo e testar sua lealdade. 16 anos.

– Sempre Bela (Portugal/França, 2006). Direção: Manoel de Oliveira. Com Michel Piccoli, Bulle Ogier, Ricardo Trepa. Trinta e oito anos depois, as duas personagens de “Belle de jour”, de Luis Buñuel, voltam a encontrar-se. 14 anos.

– Mademoiselle Chambon (França, 2009). Direção: Stéphane Brizé. Com Giovanna Mezzogiorno, Filippo Timi. Jean é casado, tem um filho e vive uma vida comum. A pedido da professora de seu filho, Jean passa a lecionar como professor substituto e se sente atraído por seu charme. 14 anos.

– Pecados do Meu Pai (Pecados de Mi Padre, Argentina/Colômbia, 2009). Direção: Nicolás Entel. Documentário que mostra a história de Pablo Escobar, o chefe do mais famoso cartel de drogas da Colômbia, contada por seu filho, que relata a extraordinária infância que viveu com o pai. 16 anos.

Estreia somente em Belo Horizonte:

– Jards Macalé – Um Morcego na Porta Principal (Brasil, 2008). Direção: Marco Abujamra e João Pimentel. Documentário que narra a trajetória do músico e compositor Jards Macalé, personagem controverso da cultura brasileira nas últimas quatro décadas. 10 anos.

Estreia somente em Maceió:

– A Vida Íntima de Pipa Lee (The Private Lives of Pipa Lee, EUA, 2009). Direção: Rebecca Miller. Com Robin Wright Penn, Alan Arkin, Winona Ryder. Adaptação do livro homônimo da diretora Rebecca Miller, sobre uma mulher em colapso nervoso, Pippa Lee (Robin Wright Penn), que vê desgastar seu casamento com um marido idoso (Alan Arkin). A partir de flashbacks da adolescência de Pippa (vivida por Lively) a trama nos mostra como a vida dela chegou àquele ponto. 14 anos.

Estreia somente em Porto Alegre:

– A Riviera Não é Aqui (Bienvenue chez les Ch’tis, França, 2008). Direção: Dany Boom. Com Dany Boon, Kad Merad, Zoé FélixPara agradar a esposa, Philippe tenta uma transferência para a bela e famosa Riviera Francesa. Mas na ânsia de conseguir a transferência ele mete os pés pelas mãos e acaba banido para a desconhecida, fria e chuvosa cidade de Bergues, no norte da França. 12 anos.

– Um Homem Sério (A Serious Man, EUA, 2009). Direção: Joel e Ethan Coen. Com Michael Stuhlbarg, Sari Lennick, Aaron Wolff. Ambientada em 1967, a história acompanha Larry Gopnik, um professor do meio-oeste dos EUA que está prestes a perder a esposa, entre outros problemas. Para piorar, seu irmão imprestável insiste em morar com ele. Indicado a dois Oscar: roteiro original e filme. 12 anos.

Eliane Maciel

Cinema

Comente!

Publicidade

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Fazer login - Desenvolvido por LIGG3 WEB